notícias

Mais Cuidado com Você

compartilhar

HNSN realiza primeiro transplante de fígado da instituição

Neste último domingo (11), aconteceu o primeiro transplante de fígado realizado no Hospital Nossa Senhora das Neves. O procedimento ocorreu concomitantemente a um transplante renal, ambos realizados pelas equipes da Unidade Geral de Transplantes (UGT) do HNSN.

O transplante de órgãos reforça a importância de um diálogo e conscientização para salvar vidas. O HNSN é um dos hospitais de João Pessoa habilitados pelo Ministério da Saúde para que mais pessoas tenham a oportunidade de uma nova vida através do transplante de rins e fígado.

Para aprimorar esse cuidado no HNSN, passa a integrar a equipe da UGT o especialista pernambucano Dr. Cláudio de Moura Lacerda. O médico cirurgião, especializado em transplante de fígado, contribuiu para que Pernambuco se tornasse um dos principais centros de realização de transplantes hepáticos do Brasil.

Os transplantes são realizados através de parceria com o Sistema Único de Saúde (SUS) e contam com estrutura completa para a recuperação dos pacientes. Segundo Dr. Rafael Maciel, coordenador da UGT, o primeiro transplante hepático do HNSN é um marco para toda Paraíba. "É um evento importante pelo desenvolvimento de uma instituição que está se dedicando cada vez mais à área de transplantes. Em breve, estaremos transplantando coração e medula óssea", celebra o médico.

O HNSN é habilitado para o transplante hepático desde setembro de 2017 e, neste procedimento, estiveram presentes Dr. Cláudio de Moura Lacerda, Dr. Paulo Vieira de Melo, Dr. Cássio Virgílio Cavalcante de Oliveira, Dr. Daniel de Albuquerque Rangel Moreira, Dr. Marcelo Gonçalves Sousa, Dr. José Eymard Moraes de Medeiros Filho e os anestesiologistas Dr. Francisco Artur e Dr. Daniel Imperiano.

Com cerca de 20 transplantes renais realizados no HNSN, a equipe que realizou o procedimento neste domingo contou com os médicos Dr. Rafael Maciel, Dr. Marcelo Figueiredo, Dr. Hermano Cavalcanti e com o anestesiologista Dr. José Bonifácio Imperiano.

A assistência para os procedimentos contou com a equipe da Unidade de Tratamento Intensivo do HNSN, coordenada pelo Dr. Ciro Leite Mendes, presidente da Associação de Medicina Intensiva Brasileira. Os intensivistas estavam prontos para oferecer o cuidado adequado no pós-operatório, que bem-sucedido é de extrema importância aos transplantados.

Na Unidade Geral de Transplantes do HNSN, os pacientes contam com um atendimento completo e multidisciplinar desde o pré ao pós-operatório, com consultas, Centro de Diagnóstico e Imagem, UTI e Centro Cirúrgico. Saiba mais informações sobre os procedimentos da UGT pelo telefone (83) 3565-9009 ou WhatsApp: (83) 99831-0303.