notícias

Mais Cuidado com Você

compartilhar

HNSN empresta equipamento para Central de Transplantes da Paraíba para potencializar doação de órgãos

Na manhã desta quarta-feira (26), o HNSN oficializou o empréstimo de equipamentos à Central de Transplantes da Paraíba para contribuir na captação de órgãos no estado. O momento reuniu o diretor técnico do HNSN, Dr. Mamede Moura, Sérgio Ferreira, enfermeiro da Unidade Geral de Transplantes (UGT/HNSN), a Direção do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa e a Direção da Central de Transplantes da Paraíba.

O equipamento é importante para que o processo de doação de órgãos seja viabilizado após o diagnóstico de morte cerebral e autorização da família. Fomentar a captação de órgãos no estado é necessário para que os processos de transplantes aumentem. "Nós oferecemos como empréstimo um aquecedor que será utilizado na manutenção de potenciais doadores, para que não deixem de ser doadores por uma questão de hipotermia, por exemplo. O equipamento é importante para viabilizar a abertura de protocolo de Morte Encefálica, haja vista que os pacientes identificados apresentam diminuição da temperatura corpórea, dificultando esse processo de manutenção. Só há transplantes através da doação e captação de órgãos. Por isso, é interessante fomentar o discurso da doação para aumentarmos o número de transplantes em nosso estado, e assim modificar os dados estatísticos, pois a Paraíba aparece como um dos estados Brasil que menos capta órgãos e consequentemente transplanta.", explicou Sérgio Ferreira, enfermeiro da UGT do HNSN.

Para Dra. Gyanna Lys Montenegro, diretora da Central de Transplantes da Paraíba, o aquecedor vai contribuir para o processo de doação. "Vamos cumprir um dos requisitos que é a manutenção da temperatura adequada pra abrir os protocolos", explicou a diretora. Sidney Schmid, diretor administrativo do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, ressaltou o papel do Hospital de Trauma na doação de órgãos. "Nós só temos a agradecer pelo equipamento e dar continuidade ao trabalho que é de extrema importância para quem está precisando de um novo órgão", completou.

Desde o ano passado, o HNSN é habilitado para a realização de transplantes hepáticos e renais através do SUS. Para o Dr. Mamede Moura, diretor técnico do HNSN, "Essa ação nesse mês de conscientização tem como fundamental importância a integração do hospital privado transplantador com a principal fonte de doadores, que é o Hospital de Trauma, e o fortalecimento da política de transplantes do estado".

Já foram realizados 6 transplantes de rim no HNSN, contando com a estrutura completa do Centro Cirúrgico e suporte assistencial de uma equipe multidisciplinar no pré e pós-operatório. Saiba mais informações sobre os procedimentos da UGT pelo telefone (83) 3565-9009 ou WhatsApp: (83) 99831-0303.