notícias

Mais Cuidado com Você

compartilhar

Centro de Oncologia do HNSN visa tratamento integral aos pacientes

Cerca de 600 mil novos casos de câncer foram estimados para 2018, segundo o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Diante do cenário nacional de incidência de casos, a assistência em saúde para combater a doença precisa de um cuidado completo aos pacientes. O Centro de Oncologia do HNSN traz para João Pessoa o conceito de tratamento integral especializado em um único espaço, visando o conforto, apoio e qualidade em cuidar.

Nosso corpo clínico é formado por uma equipe multidisciplinar, com oncologistas, psicólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas, nutricionistas e intensivistas, capacitada para atender os pacientes e também prestar apoio aos familiares no diagnóstico e durante a fase de tratamento. Ainda no HNSN, o paciente conta com o suporte 24 horas da estrutura completa do hospital para o acompanhamento médico e realização de exames e cirurgias.

O Centro de Oncologia do HNSN é coordenado pelos oncologistas Dr. Bruno Brito (CRM 11211) e Dr. Luiz Victor Maia Loureiro (CRM 8766), especialistas em tratar os diferentes tipos de câncer que podem atingir os órgãos do corpo. Em entrevista com o Dr. Bruno, esclarecemos sobre os caminhos do cuidado oncológico. Confira:

Como é realizado o acompanhamento integral de um oncologista?

Dr. Bruno: O oncologista consiste no médico especializado em tratar cânceres dos mais diversos órgãos do corpo. Entretanto, este profissional não trata apenas a doença em si, ele aborda diversos aspectos do paciente, como estado nutricional, hábitos de vida, história familiar, aspectos culturais, espiritualidade e qual o entendimento da doença pelo paciente.

Todo tipo de tumor é câncer?

Dr. Bruno: É importante especificar a diferença entre tumores malignos e benignos. As células, de uma maneira geral, têm o seu crescimento, multiplicação e morte regulados por genes chamados oncogenes. Quando ocorre alguma mutação nesses oncogenes, a célula passa a se dividir de maneira errônea, proporcionando seu crescimento exagerado e dando origem aos tumores. Os benignos crescem de maneira mais lenta: geralmente não invadem estruturas vizinhas e não ocasionam metástases (lesões em outros órgãos). Já os tumores malignos, ou seja, o câncer, consistem no crescimento desordenado de células de um determinado órgão, podendo invadir estruturas vizinhas e outros órgãos.

Os sintomas e o histórico de um paciente são importantes na hora de uma consulta com o oncologista. Como é realizado o diagnóstico de câncer?

Dr. Bruno: Além da história clínica e exame do físico do paciente, hoje dispomos de diversos exames laboratoriais e de imagem para fecharmos o diagnóstico. Dentre os exames de imagem disponíveis, os mais utilizados são raio-x , ultrassonografia, ressonância magnética e tomografias, como o PET-CT. Vale lembrar que a biópsia é peça-chave no diagnóstico dos tumores.

As constantes pesquisas nos tratamentos de câncer trazem evolução aos pacientes durante o combate ao câncer. Dr. Bruno, quais são os tipos de tratamento?

Dr. Bruno: Durante muito tempo dispomos apenas de cirurgia, quimioterapia e radioterapia. Com o passar dos anos, associado ao avanço das pesquisas e tecnologia, novas modalidades de tratamento foram incorporadas ao arsenal terapêutico, como Hormonioterapia, Imunoterapia e as Terapias Alvo.

Conte com os especialistas do Centro de Oncologia do HNSN para cuidar de você, seja em prevenção, diagnósticos ou tratamentos. Clique aqui para agendar a sua consulta ou fale com a gente pelo WhatsApp: (83) 99831-0303.